Para que servem os livros?

  Na Audácia de janeiro, falei no meu texto em livros para deitar fora. Logo uma associação de Coimbra, chamada Casa da Esquina (Rua Aires de Campos, n.º 6; 3000-014 Coimbra) me chamou a atenção para duas das suas muitas atividades: a existência de uma Feira do Livro Dado, e de um Mercado de Trocas…

Um curso superior

  Depois de um dia de muitas andanças e correrias, confesso que me agrada ser recebida tão efusivamente: «Ó Professora, mas que prazer levá-la no meu táxi!» De resto, todos os que me conhecem sabem que sou capaz de repetir vezes sem conta «boa tarde» à espera que o taxista me responda – e só…

Livros para deitar fora

  E lá começou um novo ano (todas as minhas crónicas de janeiro devem começar assim…) E mais uma vez dou comigo a pensar que é mesmo necessário deitar muita coisa fora. Muita coisa inútil que ao longo do ano vamos acumulando. E ficar apenas com aquilo de que precisamos ou que nos faz feliz….

Falando de avós

  O Professor João dos Santos, que morreu em 1987 aos 75 anos, foi dos grandes psicólogos e psiquiatras deste país, um dos fundadores da Sociedade Portuguesa de Psicanálise, sendo mesmo considerado o criador da Saúde Mental Infantil em Portugal. Com ele e a partir dele, houve uma completa viragem na Psiquiatria, houve um novo…

É tudo uma questão de likes

  Estamos rodeados de tecnologia e já nem saberíamos viver sem ela. E ainda bem que tudo está facilitado e que este mundo nos põe outros mundos nas mãos à distância de um clique. Quando era nova e estava a começar a trabalhar no jornalismo, o que nós transpirávamos para saber notícias… Corríamos de um…

O anjo

  Naquele tempo, os homens da Costa Nova saíam cedo de casa e demoravam muito a regressar. Iam todos para a pesca do bacalhau, lá nos confins do mar do Norte, e as mulheres ficavam com todo o peso da vida às costas – a casa, os filhos, os parentes velhos, e ainda a pequena…

Recordando Simões Müler

  Quando chega o mês de abril, recordo sempre um amigo que morreu há muito, mas que deixou sempre um lugar cativo no coração dos seus amigos. Mesmo daqueles que nunca o conheceram, porém foram crianças muito mais felizes depois de terem lido os seus livros. Refiro-me a Adolfo Simões Müller, que nasceu a 17…

As avós e os livros

  Há já alguns anos, estive na Argentina, convidada para um encontro de literatura com a participação de vários escritores, organizado por Mempo Giardinelli. Numa pequena cidade, chamada Resistência, capital da província do Chaco. Mempo Giardinelli é escritor premiadíssimo em todo o globo, com livros traduzidos em todo o mundo – mas decidiu fazer ali,…

Dia do pensamento

  Comemora-se no dia 22 de fevereiro o Dia do Pensamento. Um dia de reflexão – mas bastante mais do que isso. O dia em que devemos procurar pensar em todos os que estão em dificuldades e tentar ajudá-los. O dia foi fundado em 1926, nos Estados Unidos, com o nome de Thinking Day. Nessa…

A sala dos professores

  Eu sei que, hoje, ser professor é quase profissão de risco. Mas confesso que estranhei aquele letreiro à entrada da sala dos professores de uma escola onde aqui há tempos fui, nestas minhas quase diárias andanças pelas escolas deste país: «É expressamente proibido os alunos incomodarem os professores durante os intervalos.» Se calhar foi…