Seguir Jesus na Oceânia

Janeiro 2015 / Crianças em missão

O primeiro domingo de janeiro é Dia da Infância Missionária (IM). Em Portugal, como em todo o mundo, são três os grandes objetivos da IM. Um é ajudar os educadores – os pais, catequistas e professores – a despertar e desenvolver a paixão missionária durante a formação cristã das crianças. Outro é suscitar nas crianças – e também nos mais crescidos – o desejo de partilhar com outras crianças de todo o mundo a alegria de ser missionários de Jesus. E isso através da oração e da ajuda económica. O terceiro é colaborar com outras crianças da Infância Missionária de outros países, para, entre todos, ajudar aqueles que mais precisam em qualquer parte do mundo. Desde 2013, a Infância Missionária portuguesa propõe às crianças nacionais fazerem uma caminhada pelos cinco continentes. Este ano, irão «seguir Jesus com as crianças da Oceânia».

Se ainda não existe nenhum grupo da Infância Missionária na tua paróquia, fala com os teus educadores, ou com o pároco, e contactem a sua sede: Infância Missionária Rua Ilha do Príncipe, 19 | 1170-182 – Lisboa – Correio eletrónico: missio.omp@gmail.com Tel: 218 148 428

 

Jesus éo grande desconhecido

A Oceânia é o continente mais pequeno da Terra. É também o que tem menos população: 32 milhões de habitantes. É formado por mais de dez mil ilhas, congregadas em 14 países independentes e 14 territórios ultramarinos que são colónias de países ocidentais. Tem dois oceanos: o Índico e o Pacífico. A ilha maior é a Austrália: ocupa 96 por cento do território do continente. Nova Zelândia e Papua-Nova Guiné são os outros países com maior território. O meio de comunicação entre as ilhas é o barco e as pirogas, e o avião.

Até o século xviii, o continente era povoado por centenas de tribos aborígenes, com língua e cultura diferentes. Hoje, em alguns países – caso da Nova Zelândia – a maioria da população descende de europeus.

Entre os 32 milhões de habitantes da Oceânia, perto de 16 milhões são cristãos. Seguir Jesus Cristo na Oceânia é dá-Lo a conhecer aos que ainda não ouviram falar Dele. E é trabalhar pela defesa da diversidade dos povos e das culturas, e pela sobrevivência da sua fauna e flora únicas.

 

O que foi feito em 2014

Em 2014, a IM portuguesa angariou 22 500 euros para as crianças de África. Com estas ofertas:

– Ajudou a instalar 50 bombas de água em 50 escolas com vinte mil crianças no Chade.

– Adquiriu material para a catequese de 150 crianças na Guiné-Bissau.

– Socorreu com alimentos e medicamentos 984 crianças de três infantários no Sudão.

– Apoiou a construção de uma escola de 1.o ciclo para 275 crianças no Togo.

 

Ajudar as crianças oceânicas

Em 2015, a Infância Missionária (IM) quer ajudar as crianças:

– da Papua-Nova Guiné, com mobília para as escolas e medicamentos contra o VIH/sida;

– das Ilhas Salomão, com a construção de dormitórios para estudantes;

– de Vanuatu, com material para a catequese.

Por: Fernando Félix

Deixe uma resposta