Maravilhas da Oceânia

Fevereiro 2018 / Belezas do Mundo

 

Embora seja o continente mais pequeno do mundo, a Oceânia está recheada de surpresas que vale a pena serem conhecidas!

 

Maior ilha de areia não há

Comecemos a nossa viagem pela ilha de Fraser, uma combinação única da herança rica e natural da Austrália, onde reina o clima subtropical. Considerada a maior ilha de areia do mundo, possui uma grande variedade de paisagens: praias extensas e das mais belas do mundo, arribas maravilhosas, florestas tropicais densas, lagos de água doce empoleirados no alto de dunas, assim como grandes promontórios de basalto. As praias e florestas que compõem a ilha servem de habitat a uma grande variedade de vida selvagem, entre a qual o dingo australiano.

 

Penedo sagrado

Seguimos em direção a Uluru, o maior monólito do mundo! É uma formação rochosa composta por uma só pedra e mede 348 metros de altura e tem 9,4 quilómetros de comprimento. Os aborígenes consideram-na um local sagrado, o que está evidenciado pelas numerosas pinturas que deixaram na base gigante de Uluru.

 

Ilha selvagem intocada

Atentem agora na ilha Kangaroo, a terceira maior ilha australiana e uma das últimas ilhas selvagens intocáveis que restam no nosso planeta. Este fantástico paraíso natural é composto por várias paisagens que servem de lar a um grande número de espécies animais e vegetais, como leões marinhos, cangurus, coalas, pinguins… o que faz com que quase um terço da ilha seja parte de parques nacionais. Aqui dá-se uma mistura fascinante de florestas, praias inigualáveis, terrenos agrícolas, dunas desertas e cidades pitorescas.

 

Cenário idílico para aventuras

Acabemos a nossa aventura nas Montanhas Azuis, uma cordilheira australiana situada a 50 quilómetros de Sydney, a cidade mais populosa da Austrália. Esta deve o seu nome à neblina azul que paira sobre as montanhas, produzida pelo óleo de árvores de eucalipto. Algumas das montanhas chegam a atingir 1100 metros de altitude! São uma atração para os amantes da Natureza, em especial pela sua riqueza de biodiversidade. Se quiserem escapar ao calor que se sente na costa durante o verão, podem refugiar-se nas formações rochosas deslumbrantes ou arribas e ravinas das Montanhas Azuis, desfrutando assim de um clima mais agradável!

Por: Margarida Brotas

Deixe uma resposta