Como uma bola de ténis de mesa que passa de um lado para o outro, assim nós, indagando as maravilhas do mundo, passamos de uma parte à outra da Terra. No mês passado, ficámos encantados com a beleza das ruínas da cidade de Machu Picchu, no Peru. Este mês, vamos até ao Extremo Oriente para visitar um país de imensa história e cultura: a Índia, país importante do ponto de vista cultural e espiritual.

 

Sítio Material da Unesco

Taj Mahal

Este imenso mausoléu de mármore branco é um dos lugares mais românticos do mundo. Mede 580 metros de comprimento e 300 de largura. Foi construído entre 1632 e 1653, com a força de cerca de vinte mil homens, na cidade de Agra, no norte da Índia, por ordem do imperador Shah Jahan. O imperador quis, com esta obra gigantesca, homenagear a esposa favorita, conhecida como Mumtaz Mahal, que morreu quando deu à luz o seu décimo quarto filho. E ela foi ali sepultada. O seu nome, em língua persa, significa «luz no edifício».

O Taj Mahal é a joia da arte muçulmana na Índia e uma das maravilhas mais admiradas do património artístico mundial. Segundo a Unesco, o Taj Mahal «é uma obra-prima arquitetónica, desde o projeto, até à execução. Tem uma qualidade estética única, devido à fusão simétrica e harmoniosa de vários elementos».

 

Curiosidades

– A Índia é o sétimo país mais extenso do mundo.

– Na Índia, nasceram quatro religiões: Budismo, Hinduísmo, Jainismo e Siquismo.

– Apesar de ser a décima economia do mundo e a segunda que mais cresce, tem altos índices de pobreza e desigualdade.

– Durante a II Guerra Mundial, para defender o Taj Mahal de eventuais bombardeamentos, o Governo indiano mandou erguer andaimes gigantes como cobertura.

 

Geografia da Índia

– Faz fronteira com o Paquistão, a noroeste, com a China, o Nepal e o Butão, a nordeste, e com o Bangladesh e Mianmar, a leste. A sul, é banhada pelo oceano Índico.

– Tem 1,2 mil milhões de habitantes. É o segundo país mais populoso do mundo, depois da China.

– As línguas oficiais são o hindi e o inglês. Há mais de 400 idiomas, de famílias linguísticas indo-ariana e dravídica.

– A capital é Nova Deli, uma megalópole de 23 milhões de habitantes!

– Em 1947, declarou independência da Grã-Bretanha, graças às lutas não-violentas de Mahatma Gandhi.

– A bandeira nacional é composta por três faixas horizontais: açafrão em cima, branco ao centro com uma roda de 24 raios azuis no meio (Roda do Dharma, símbolo do Hinduísmo), e verde em baixo.

 

Património imaterial

Ramlila

São encenações do grande livro sagrado do Hinduísmo, Ramayana. Neste verdadeiro poema, narra-se o caminho de Rama, a encarnação do deus Vixnu, que é constrangido a descer à terra com semblante humano (precisamente o de Rama) para derrotar o demónio Ravana e restaurar a ordem.

Os Ramlila contam alguns factos deste poema por meio da música, da dança, do teatro, da pintura, entre outras artes.

Estas representações cénicas são exibidas em cidades, vilas e aldeias no norte da Índia durante o festival anual de Dussehra.

A característica mais importante dos Ramlila é serem um dos poucos momentos sociais em que todas as pessoas podem estar juntas, apesar de pertencerem a diferentes castas e religiões.

Por: Audácia

Deixe uma resposta