Expressar a coragem

Abril 2017 / Bíblia-app

AU_Abril2017_Pag24

 

A coragem, virtude inegável que acarreta emoções como o ânimo e a força, também se traduz por valentia, bravura, e pode ser exercitada.

 

Matilde entende que a celebração da Páscoa é o tempo ideal para tratar este tema. Afinal, não é todos os dias que se encontra um Deus disposto a entregar-Se na cruz…

Mas já antes Jesus fora protagonista de inúmeros episódios de coragem. A catequista pega na Bíblia e lê o excerto que dá conta da expulsão dos vendilhões do Templo (Lc 19, 45-46). Frisa a coerência que Jesus demonstra para com a mensagem que vem trazer: declara resolutamente que a Casa do Pai é um espaço de oração e não de comércio! Mantém-se firme nas suas convicções, defende a sua posição sem se deixar condicionar pelas expetativas dos outros nem temer possíveis represálias.

Filipe, o “intelectual” do grupo, mas um tanto medroso, interpela Jesus na Bíblia_app:

– E se eles se tivessem rebelado todos e decidido usar de violência? Não ficariam, de algum modo, as palavras e a coragem abafadas?

– O valor da mensagem que Eu trago, o bem que ela encerra, jamais admitiria a desmoralização perante as presumíveis dificuldades. É lá que a coragem vai beber e ela traz dinamismo, motiva, impulsiona a lutar por aquilo em que se acredita – aclara Jesus.

– É a fé de uma pessoa que lhe concede a coragem? – questiona a introspetiva Inês.

– Esse é o ponto de partida – esclarece Jesus. – As pequenas renúncias que levamos a cabo, algumas decisões – umas mais simples do que outras – exercitam a coragem, ajudam a potenciar as próprias crenças e alimentam gestos, muitas vezes heroicos. No entanto, é na confiança em Deus que reside o segredo da valentia. Crer n’Ele confere uma força interior tão grande, que nos atrevemos a fazer coisas que nunca pensaríamos ser capazes de conseguir.

– Nesse caso, alguém que seja corajoso não sente medo? – interroga a vivaça Cristina.

– Ser valente não implica a ausência de medo. Em diversas ocasiões, todos os seres humanos o sentem. Não obstante o imenso temor que possa invadir-nos, a coragem leva a lançarmo-nos para a frente e a agir de acordo com o que consideramos justo e bom, com base na sabedoria de Deus – explica Jesus na Bíblia_app.

– Sendo assim, a coragem é um passaporte para a felicidade? – demanda o cândido Joel.

– Claramente! – exclama Jesus. – Quem procura a felicidade tem de ser valente para batalhar pelos seus objetivos. Ninguém consegue ser feliz se as suas crenças mudarem constantemente, sem ter ideias claras e deixando à deriva valores e opiniões pessoais. A felicidade requer compromisso, dedicação e coerência.

Matilde não resiste a comentar com Jesus na Bíblia_app:

– E é esta mesma coragem que impele tantos missionários de todo o planeta a aventurarem-se em lugares inacreditavelmente inóspitos para anunciar a Boa Nova àqueles que as sociedades parecem ter esquecido, enfrentando adversidades inimagináveis! E, com frequência, tendo família e amigos contra si…

Jesus lançou um smile e rematou com uma frase que apela à ação:

– É em não se render facilmente e na procura de alternativas para continuar o que cada um se propõe quando depara com obstáculos que mais se manifesta a sua coragem.

 

Pensa nisto…

Os corajosos enfrentam o medo na adversidade fortalecidos pela confiança num bom final.

 

Por: Maria Mendonça

Deixar uma resposta