Cumprir sonhos de criança

Julho-Agosto 2015 / Invencíveis

Aud_Julho2015_Pag12

A Irmã Linda Sim é missionária franciscana e usa a arte marcial taekwondo em terapias para crianças com cancro.

Com 7 anos, Linda Sim deseja ser militar. Dizem-lhe, porém, que na sua cidade-Estado, Singapura, não a aceitarão no Exército. Ela, todavia, não desiste de ser aventureira, pois é uma rapariga cheia de energia, e, aos 17 anos, inscreve-se num curso de artes marciais que é dado na paróquia de São Vicente de Paulo. Ali deixa-se conquistar pelo taekwondo. Entrega-se a esta arte de tal modo que, em sete anos, consegue o cinturão negro.

Um «Exército» chamado Igreja

Linda Sim nunca esquece o desejo de ser militar. Mas, certamente inspirada por Deus, começa a pensar que poderia servir no melhor exército que há: o “exército de Deus”, isto é, na Igreja. Em 1978, com 23 anos, responde afirmativamente ao chamamento de Deus e ingressa na congregação missionária das Franciscanas da Divina Maternidade. Depois de fazer a sua consagração, por meio dos votos de castidade, pobreza e obediência, é enviada para África. No Zimbabué, dirige um hospital durante três anos.

Em seguida, vai para Inglaterra. Ao longo de 17 anos trabalha com as jovens, para as ajudar a descobrir a sua vocação, e acompanha a formação daquelas que querem ser franciscanas. Em 2004, regressa a Singapura.

Taekwondo para crianças com cancro

A Irmã Linda Sim nunca abandona a prática do taekwondo. Disciplinadamente pratica a variante poomsae, que consiste em efetuar movimentos técnicos contra um adversário imaginário.

Ao regressar a Singapura e assumindo a coordenação dos hospitais Mount Alvernia e São Francisco de Assis, decide aplicar o taekwondo poomsae nas terapias de reabilitação das crianças com cancro, com benefícios notórios antes e depois da quimioterapia. Em 2006, esta iniciativa recebe um apoio muito importante: treinadores da Federação de Taekwondo de Singapura dão aulas teóricas e práticas às crianças do Hospital São Francisco de Assis. E estas crianças ganham medalhas de ouro, prata e bronze, o que é deveras motivador.

Cumprir o sonho de criança

Em 2013, com 58 anos, a Irmã Linda Sim tem motivos para se sentir duplamente orgulhosa: representa Singapura nos campeonatos internacionais de taekwondo poomsae, em Seul, capital da Coreia do Sul, e ganha uma medalha de prata. A sua maestria e capacidade de concentração impressionam os juízes no país natal desta arte marcial e todos os que convivem com ela.

Por: Fernando Félix

Deixe uma resposta