Centeio

Junho 2017 / Gostos do Mundo

AU_Junho2017_Pag50

 

O seu nome deriva do latim centenus, que significa «cem».

 

Origem

Pensa-se que a planta do centeio seja originária da Eurásia, onde hoje se situam Síria, Turquia, Irão e Afeganistão. No início, era uma espécie selvagem que crescia como erva daninha nos campos de trigo e cevada.

 

Curiosidades

A domesticação da cevada terá ocorrido pelo ano 3000 antes de Cristo. O seu cultivo foi difundido pelo centro e norte da Europa, sendo muito popular entre os saxões (germânicos) e os viquingues. A partir da Europa, expandiu-se para todo o mundo nas épocas dos Descobrimentos e coloniais.

 

Benefícios para a saúde

O centeio é fonte de fibras e, assim, ajuda a manter os níveis de colesterol regulados e previne na formação de cálculos na bílis. A mesma fibra aprisiona as toxinas que se aglomeram no cólon, expulsando-as do organismo, protegendo, desta forma, do cancro do cólon. Tem ácidos fenólicos, que são antioxidantes e ajudam na eliminação dos radicais livres. E, por meio do magnésio, fortalece o cabelo, limpa e desintoxica a pele.

 

Na cozinha

O centeio reduzido a farinha é usado, diretamente ou em misturas, na fabricação de produtos forneados – pães e biscoitos, por exemplo –, em mistura de cereais para pequeno-almoço e em produtos dietéticos. O grão é utilizado na produção de bebidas alcoólicas – cerveja, alguns tipos de uísque e grande parte das vodcas.

 

 

Pizza de centeio

Mistura uma saqueta de fermento para pão com uma chávena de água morna e deixa dissolver. Vertendo aos poucos esta água, amassa num alguidar três chávenas de farinha de centeio integral até ficar com consistência para moldar. Forma uma bola, tapa com um pano e deixa a massa levedar num sítio quente durante pelo menos uma hora.

Polvilha a superfície da mesa com farinha e estende a massa com a ajuda de um rolo. Podes deixá-la com forma rústica e não redonda. Cobre com molho de tomate e os ingredientes a teu gosto. Leva ao forno a 200 0C durante cerca de 20 minutos.

Por: Jorge Ferreira

Deixe uma resposta