Atitudes inconvenientes

Abril 2017 / Pátio da Escola

AU_Abril2017_Pag34

 

Dentro da sala de aula há um conjunto de atitudes que perturbam a classe, criam um ambiente desagradável e põem em causa o que desejamos no final do ano: boas notas.

 

Com frequência verificamos que há comportamentos errados na escola. Todavia, há um dom que nos faz acreditar que as coisas podem mudar. Chama-se esperança. Depois, se nos responsabilizamos por aquilo que desejamos, será fácil concretizar a mudança. Dou-te, como exemplo, oito atitudes que deves evitar:

1 – Mostrar desinteresse e não estar com atenção ao teu professor. Há conteúdos mais interessantes do que outros, até o professor sente isso, no entanto, o professor dedicou muito tempo a preparar esses conteúdos para tos transmitir de uma forma mais fácil e apelativa. Esta atitude não só constitui uma falta de respeito para com o professor e pelo seu trabalho, como perdes a oportunidade de descobrir que, afinal, dentro daquele tema, há coisas importantes e quem sabe, até interessantes.

2 – Rir quando um colega erra ou faz uma pergunta que te parece simples. Errar é importante porque os erros ajudam-nos a aprender. Por outro lado, não há perguntas simples, há apenas perguntas importantes, sejam ou não simples para ti.

3 – Não cumprir a regra do dedo no ar. Esta regra não só facilita a comunicação dentro da sala de aula, não interrompendo o professor ou os colegas que estão a falar, como é uma forma de dares a oportunidade de os colegas também participarem. É na troca de pontos de vista e de experiências que aprendemos. Esta e as quatro atitudes seguintes interrompem a aula e a linha de raciocínio que o professor tenta traçar com a turma.

4 – Chegar atrasado.

5 – Não levar todo o material necessário ou chegar sem fazer os trabalhos de casa.

6 – Não arrumar os materiais escolares antes de sair.

7 – Sair da sala antes de o professor dar ordem ou licença para o fazeres.

8 – Nos trabalhos de grupo, não cumprires a parte a teu cargo. Isso não só prejudica a tua avaliação como o trabalho e a nota dos teus colegas. Prepara no dia anterior à aula todos os materiais e relembra o que deste na última aula.

 

O desafio que te deixo, então, é experimentares e convidares os teus colegas a trabalharem para que a sala de aula fique livre destas oito atitudes, e de outras que conheças e que não mencionei. Que dizes?

Páscoa feliz.

 

A Páscoa é a primavera do coração

Chegámos ao mês da Terra. Toda a Criação parece louvar o seu Criador, vestindo o mais belo traje primaveril. As árvores, que pareciam sem vida, como que voltam a respirar, cobrindo-se de folhas, preenchendo os seus ramos com o inúmero chilrear de pequeninos seres voantes. As tocas, temporariamente desertas, voltaram a ser sinal de vida, ao serem novamente habitadas.

Mas abril é ainda mais especial porque também celebramos a Páscoa, a festa mais importante dos cristãos. Esta celebração convida cada pessoa a fazer chegar a primavera ao seu coração e, tal como na Natureza, renascer para dar bons frutos.

Por: Isabel Mesquita

Deixe uma resposta