Animais detentores de recordes

Março 2016 / Belezas do Mundo

Audaciosos, estabeleçam os vossos recordes! Desafiem-se!

 

Este ano de 2016 está a passar muito depressa, não é verdade, amantes da Natureza? Falando em rapidez, hoje venho conversar convosco acerca dos recordes impressionantes que o reino animal detém e que ocupam orgulhosamente algumas páginas no Livro Guiness dos Recordes: do mais forte ao mais veloz, passando pelo mais radical, muito se irão surpreender com estas estatísticas de arregalar os olhos!

O mais forte

À semelhança da aventura da edição anterior, comecemos pelo elefante: a sua tromba possui cerca de 100 000 músculos e é capaz de levantar até 270 quilogramas de peso! Durante milhares de anos, o Homem utilizou a sua força para o auxiliar em diferentes tarefas, desde a guerra ao transporte. Já que falamos em paquidermes, que tal estabelecermos uma comparação engraçada? O escaravelho-rinoceronte, em relação a um elefante, é deveras minúsculo. No entanto, não subestimem este inseto, considerado um dos animais mais fortes do mundo, visto que consegue carregar até mais de 850 vezes a sua massa corporal! Se traduzirmos isto para a nossa espécie, concluiremos que um ser humano com esta força poderia levantar 65 toneladas! Inigualável!

O mais resistente

Não conhecerão muitos mais animais tão resistentes como o fuselo! Esta ave, que se encontra geralmente associada a estuários e lagunas, efetuou, em 2007, a migração mais longa alguma vez registada, sem interrupção! Não acreditas? Ora lê: em nove dias, voou 11 500 quilómetros desde o Alasca, local onde se reproduz, até à Nova Zelândia, nunca parando para comer ou beber. No final desta jornada épica, estava tão cansado, que perdeu mais de 50 % do seu peso! Apenas conhece como rival a pardela-preta, que realiza uma travessia anual de aproximadamente 64 000 quilómetros, partindo da Nova Zelândia para o hemisfério norte, a fim de procurar comida.

O mais veloz

E já agora, qual o animal detentor do recorde de velocidade? É, indubitavelmente, a chita, capaz de correr a mais de 96 quilómetros por hora, atingindo o seu máximo em apenas três segundos! Esta mestre do sprint utiliza as pernas longas e musculadas para poder propelir o seu corpo. Contudo, cansa-se rapidamente, por gastar tanta energia durante uma perseguição. Como resultado, só consegue correr durante 274 metros. O equivalente à chita em meio marinho é o peixe-vela, que chega a nadar a velocidades de 109 quilómetros por hora. Esta espécie caça normalmente em grupos e recorre à sua incrível rapidez, assim como às suas barbatanas dorsais bem adaptadas, para predar facilmente cardumes de sardinhas ou de anchovas.

A façanha mais incrível

Deixo-te, por fim, um recorde que te fará com certeza sorrir: em 2015, Otto, um cão buldogue, ficou para a História ao ter atravessado de skate o túnel humano mais longo de sempre, constituído por pernas de 30 pessoas!

Por: Margarida Brotas

Deixe uma resposta